Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

Progressos


A minha princesa com 36 meses

(3 anos)


Já fala muito mais e agora até se sai com pequenas frases como:
- ai, tá a doer
- cão tá fazeie baulho (fazer barulho)
- o pé está moado (molhado)
- lhec que nojo
Mas continua a referir-se a ela na terceira pessoa, ou seja, se perguntarmos como se chama ela responde “menina” e não diz por exemplo “ajuda-me”  ou “eu como” mas sim “ajuda a menina” ou “menina come”. Das poucas vezes que diz “eu”, erra nos verbos, que saem na 3ª pessoa -  “eu vai subir”, “eu fazeu doi-doi”.
Vê-se que tem imensa dificuldade em expressar-se, por vezes noto que o quer fazer, mas é como se as palavras não lhe viessem à mente.
Para a ajudar comecei a dizer-lhe as perguntas/respostas ao ouvido e ela repete-as às pessoas, coisa que antes não acontecia. Acho que este “método” a está a ajudar muito e ela está a aderir bem à minha iniciativa.

Continua hiperativa, só pára a ver desenhos animados (que continuam a ser o seu grande interesse).

Ainda não fala espontaneamente dos seus sentimentos nem vivencias, mas com alguma insistência já conseguimos que nos responda (como quando foi ao circo – que me respondeu que viu um palhaço e um leão).

Trabalhar com ela continua muito complicado porque não se mantem em tarefa tempo suficiente e demonstra muito pouco interesse nas atividades sejam elas quais forem (desenhos, pintura, colagens, puzzles, fotografias, jogos, livros etc) só gosta de coisas físicas - fazer-lhe cocegas, correr a apanhá-la, saltar abaixo de muros, trepar coisas, isso quer fica imenso tempo a fazer...

Continua a parecer surda muitas vezes, mas isso está a melhorar pois já nos responde mais vezes.
Já não se perde tanto quando lhe pedimos que nos faça algum favor ex: vai à gaveta buscar a trela da Luna.

Está mais interessada nos coleguinhas, principalmente se andarem todos a correr dum lado pró outro, mas quase não fala com eles e se lhe perguntar o nome dos amiguinhos da turma ela raramente diz, tenho que insistir mesmo muito e a maior parte das vezes diz só “menino/a”.
Ainda lhe falta muito no que respeita à interação com eles, ela é capaz de chegar ao pé dum colega e sem mais nem menos começar a fazer-lhe cocegas, acho que ela faz o que gostava que eles lhe fizessem... mas os outros não percebem e acabam por não entrar na brincadeira.

É muito teimosa e reage mal quando é contrariada – começa a puxar o vômito e se não lhe desviamos a atenção pra outras coisas vomita mesmo.
Quando quer alguma coisa é extremamente impaciente e é capaz de ficar a repetir o que quer até lhe darmos.
Desde que começou a perguntar “onde vamos?” noto que faz a pergunta mesmo depois de já saber a resposta.
Está mais observadora e estes dias depois de lhe dar água disse-me “obigada”.

Apesar de se manterem algumas coisas menos boas a verdade é que os últimos 6 meses de 2012 foram realmente de grande evolução, só espero que 2013 seja igual, não peço mais nada!

Dificuldades (34 meses)

- Tatiana tens frio?
ela - ...
- TATIANA queres que vista o casaco?
ela - ...
- HEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!! Tens frio? Queres o casaco?
ela - não mãe...

Uma vizinha:
- Olá, como te chamas?
ela - ...
- dás-me um beijinho?
(nem sequer olha...)
- Estás muito bonita, quem te deu essas botas?
ela - ...
- onde vais?
ela - ...
- Vais a casa da tua avó?
ela - ...
- Queres um rebuçado?
ela - xim buçado!!!
- então dá-me um beijinho..
... e ela dá o beijinho...

No supermercado:
- não corras! Espera por mim!
ela - olha mãe ito, ito olha ito, ito, olha ito.... (enquanto segue, apressada, eléctrica a tocar em tudo que lhe aparece pela frente)
- não mexas! não podes abrir...
ela - nina pome (menina come)
- está bem mas temos que pagar primeiro!
ela - mãe abe! abe, abe, abe abe... (abre)
- TATIANA primeiro pagar alí naquela menina!!!

Em casa:
(anda à minha procura, encontra-me e começa:
ela - mãe mãe mãe mãe mãe
- diz amor!
ela - mãe mãe mãe mãe mãe...
(e não consegue dizer ao que veio...)

- Tatiana vamos a casa da vó Guida, quando viermos acabas de ver o filme está bem!
...desligo-lhe a tv...ela deita-se no chão aos prantos... tenho que a levar "arrastada" pró carro...

No carro:
- sabes quem está na casa da avó?
ela - ...
- está lá o primo D.! Gostas do primo?
ela - ...
- Vamos apanhar castanhas?
ela - tanhas!
- estás cheia de sono! Queres ir dormir prá cama da avó?
ela - ...


Em casa da minha sogra:
- vamos dar um beijinho à vó!
(não está prai virada... corre pró pé do primo que está a jogar no computador)
ela - mati, aiex, goria (marti, alex, glória - personagens do filme Madagascar)
- Tatiana o primo está a ver outra coisa!
(amua)

Uma tia chega:
- olha quem está aqui! dás-me um beijo? (agarra-a)
(ela debate-se para se soltar)
- foste prá piscina? Gostaste?
ela - ...
- olha o primo! Vai brincar com ele!
(ela continua a não lhe ligar...)

Chega a tia das maluqueiras (atira-a ao ar, fáz-lhe cocegas, pega às cavalitas etc, etc)
- ó sápa!!!
(ela sorri e corre pra ela, quer começar logo a brincar...)
O pior é que não se cansa e continua a pedir mais e mais... mesmo quando a pessoa já está de rastos...

Em casa:
Pego num livro e começo a contar uma história... ela começa a querer folhear, folhear, anda à minha volta, atira-se pra cima de mim... rí, salta... 
Ainda não consigo que se sente calmamente a ouvir uma história!

De manhã:
Tiro-a da cama, retiro-lhe a fralda e sento-a no pote, pede sempre "bolas" (smarties)
- Então faz xixi que eu dou-te!
Lá faz xixi, limpo-a e coloco-a em cima da cama prá vestir, é sempre uma batalha porque acorda com as baterias bem carregadas, salta sem parar, foge-me pra debaixo do edredom, esperneia...

Luta diária desde que nasceu:
Obrigá-la a andar calçada dentro de casa - finalmente com muitas ameaças e promessas aceitou umas pantufas!

haja paciência (e smarties e pintarolas)!!!

A minha princesa com 31 meses

A comunicação melhorou muitíssimo, já nos responde mais vezes e até sobre coisas fora dos interesses dela.
Se vir alguma coisa na rua que lhe desperte atenção, uma camião, uma mota, um pássaro, um cão etc... já se vira para nós e diz o nome e às vezes até acrescenta "olha mãe..."
Exemplo: queres ir ver os cãezinhos?
ela responde "chim cãezinhos" (repete sempre a última palavra)

As maiores diferenças em relação a outras crianças da mesma idade é que quase sempre ignora quando alguém a chama, não responde a perguntas básicas do género "como te chamas?, gostas de X?"
Não tem interesse nenhum em ouvir o que as pessoas tem pra lhe dizer, nem gosta que a agarrem.
Não tem vontade nenhuma em comunicar, se ela quisesse já podia ter grandes conversas, porque já diz uma infinidade de palavras, mas só fala quando tem interesse nisso ou quando lhe apetece...
Se lhe disserem "Olha tenho uma coisa pra tí, anda aqui ver, é uma coisa boa, anda aqui! (ela não vai) Mas se disserem "olha uma goma" queres, ela olha e vai logo buscar.

Às vezes vou ao pé dela e faço-lhe uma pergunta super básica, fico alí ao pé dela a repetir a pergunta a ver se me responde e nada... ela mantem-se na dela, nem pra mim olha... é isso que me custa mais.

Com alguma insistência nossa já diz xau, até amanhã e atira beijinhos.
Se a deixamos em casa de alguém, não se preocupa com a nossa ausência, vai logo explorar a casa, mexer nas coisas, sem dar importância às pessoas presentes. Se quiser alguma coisa que esteja fora do alcance dela, pega na mão da pessoa mais próxima (familiar ou desconhecida) e leva-a ao que pretende (podia falar, mas a maior parte das vezes diz "mão"), desenrasca-se bem, mas sem qualquer noção de pessoa estranha. Se tem outras crianças presentes, ela observa-as, e pode fazer as mesmas brincadeiras, mas sem interagir. Por norma prefere brincar à maneira dela. Tem brincadeiras fora do comum, gosta de deixar cair coisas - no chão, na água, num buraco...

Já olha nos olhos pessoas mais chegadas, com outros continua esquiva, como se não lhe interessassem (acho que não lhe interessam mesmo).
A memória visual dela parece-me ser excelente, numa clínica andou em montes de corredores, mas soube bem como se saía (coisa em que eu sou um desastre).É boa a fazer puzzles, passa os olhos na peça e fixa logo.
Adora ver as sombras das pessoas projetadas no chão, coisas brilhantes, bolas de sabão e brincar com água.
Exemplo: um dia esteve no quarto um tempão felicíssima a tentar apanhar algo do ar - eram partículas de pó que brilhavam com os raios de sol.

Se estivermos num sítio com muitos barulhos é muito difícil conseguirmos que nos preste atenção, mas não se assusta e consegue divertir-se na mesma.
Já não chora quando cantamos os parabéns, quer é soprar logo a vela, está o pessoal a cantar e ela aos berros agarrada a mim sópppppppppa, sóóóppppppppa, pra eu chegar o bolo pró pé dela.
Gosta de música e até já tenta cantar e dançar, ao cantar é engraçada porque parece que está a falar, tem pouca musicalidade, gosta de soprar a flauta e o apito.
Come muitíssimo bem, e até é receptiva a provar coisas novas, desde que não tenham consistência de papa (moles), mete-lhe nojo, quando são papas temos que forçar para que prove e se gostar do sabor então lá come. Gosta de cebola, de ketchup picante e se deixarmos come casca de ovo e arroz e massa crua...
Não gosta muito de ter as mãos sujas, especialmente se for algo pegajoso ou mole.
Exemplo: numa consulta de desenvolvimento deram-lhe prá mão uma bola gelatinosa e ela começou logo a puxar o vómito.
Gosta de andar descalça e nua, de se enrolar nos cobertores, de abraços apertados, de cocegas e de massagens nos pés.
De jogar à apanhada e ao esconde-esconde.
Gosta de perfumes e de cheirar flores e outras coisas.
Tem alguma insensibilidades à dor e muito pouca noção de perigo.
É muitíssimo sensível à claridade do sol, tapa os olhos com as mãos e procura fugir da luz.
Às vezes vamos no carro e começa a rir, mas não sei porquê...
Gosta de experiências novas e reage muito bem a alterações nas rotinas do dia-a-dia, principalmente se lhe explicarmos o que vamos fazer. Reage mal é quando dizemos que vamos a um sítio, e esquecemos de dizer que primeiro ainda vamos parar noutro...
Já só fáz o som (hummmm, hummmm, hummmm) enquanto come. Mas continua a andar em bicos de pés, principalmente em sítios onde se sente menos confortável.
Felizmente não tem grandes birras e conseguimos facilmente desviar a atenção dela pra outra coisa.
Continua apegada ao cobertorzinho peludo e à chupeta... estamos a tentar tirar esta última, por causa dos dentes...
Gosta de observar coisas novas e fica muitas vezes absorvida nos seus pensamentos, são os seus momentos off... e não vale a pena chamar, nem falar com ela porque está noutra...
Já sabe ligar a televisão, o DVD, carregar no play e mexer no rato pra ver imagens no computador.
Ao ver desenhos animados já nos diz o que vai acontecer a seguir, se vem o urso, o mau, o passarinho etc
Consegue ligar os cenários animados à realidade, fomos ver o mar e ela lembrou-se que era a casa do golfinho.

há aqui um padrão... há... mas estamos no bom caminho!!!


A minha princesa com 28 meses:
Continua a não olhar quando é chamada
Continua a parecer surda quando falam com ela
Continua a não ligar aos amiguinhos e às pessoas
Continua a ter pouco interesse em partilhar objectos e actividades
Continua a não se esforçar por comunicar 
Continua a brincar dum modo peculiar e a ter dificuldades no faz-de-conta.
Continua difícil dar beijos, dizer xau ou acenar...

Apesar de tudo, comigo e com o pai, os progressos não páram, já conseguimos que nos ouça e responda mais vezes. Começou a procurar miminho, às vezes chega-se e diz mesmo “mimim”,
Já fala por iniciativa própria -  chega, por exemplo, ao pé da porta e diz “porta”, vê uma maça e diz “açá”, vê um pássaro e diz “piu-piu”, parece-me no entanto que a maior parte das vezes está a falar para ela própria (como se estivesse a ouvir-se).
Estes dias ouço-a a dizer “beijo, beijo”, vou ver e estava a dar beijos à mesinha de cabeceira, não é normal... “ui estás a dar beijos aí???” ela olha para mim e continua “beijo, beijo” e chuac chuac  na mesinha... em mim não dá ela...
Já diz muitas palavras novas e ao contrário do que se passava (ter que lhas arrancar à força) ela agora ouve-me falar e repete uma ou outra palavra.
Algumas palavras novas:  bolacha “olacha”, acabou “abou”, porta, chuva, bola, saia, meia, pé, luz, Eva, pau, mau, piu-piu, pelo, primo, beijo, pumba, tau-tau, boca, calça, etc
Já chama pela nossa cadela Luna “una” e pelos gatos Koda “Koa” e Mia.
Já consigo que imite um cão, um gato, um passarinho, uma galinha, uma ovelha e já faz de conta que está a cozinhar num fogão de brincar.
Reconhece pessoas em fotografias e reconhece-se a ela própria.
Está muito menos agressiva quando é contrariada.
Raramente a oiço fazer o som  “hummmmmm” “hummmmmm”
Fora de casa é mais complicado principalmente se estiver rodeada de coisas novas e estimulantes, fica tão eléctrica que é quase impossível captar a atenção dela, não ouve, não olha, não obedece, não responde, não teme, não pára... de jeito nenhum!!!
Com outras pessoas é pra esquecer, não dá tempo sequer de ouvir o que a pessoa tem pra lhe dizer...




A minha princesa com 27 meses:

Estou muito contente com a evolução da minha pequenina!
(bem... "pequenina" em idade porque em tamanho não é nada pequenina, continua a rebentar os percentis, está enorme a minha piolha, no perímetro cefálico rebentou mesmo)...
Continuando... finalmente começou a chamar "mãe" e "pai" quando quer alguma coisa, é bom deixar de ser só a "mão".
Começou também a dizer "sim" o que é muito bom, para já só o diz por interesse, por exemplo: pergunto se gosta de chocolate, responde logo "sim sim" (e quer que lhe dê), pergunto se gosta da mãe e já não me responde... mas vai chegar lá, tenho a certeza!
Já nos responde mais vezes independentemente do interesse dela na coisa. Responde muitas vezes "fugiu" quando perguntamos onde está algo.
Está melhor nos jogos de imitação: como adora tomar banho, lembrei-me pegar num boneco e dizer-lhe que tinha-mos que dar banho ao bebé, reagiu muito bem, começou a tirar-lhe a roupa e até lhe passou a esponja quando lhe pedi que o lavasse, agora quando vai tomar banho pega no bebé, tira-lhe a roupa e coloca-o na água.
Noto que faz cada vez menos aquele som repetitivo que fazia "hummmm, hummmm".
Tenho feito brincadeiras que a obriguem a olhar para mim e tem resultado, já consigo que me olhe muito mais no olhos.
Cortei-lhe nos desenhos animados, de início agarrava-se às minhas pernas, dava-me cabeçadas, deitava-se no chão a chorar, mas foi o melhor que podia ter feito pois ela passou a procurar-me mais para brincar com ela, o curioso é que quase sempre quer que eu brinque e ela fica a ver. Um exemplo: pega num livro e vai apontando para as figuras para eu dizer o nome do objecto... Pega numa caneta e dá-ma para eu fazer um desenho... gosta de imitar o que eu tento fazer com ela.
Noto que às vezes quer iniciar uma brincadeira, mas não tem muito a noção de como fazê-lo, por exemplo: chega ao pé de mim, bate-me com um brinquedo e fica à espera de uma reacção, seu eu fizer "ai ai ai" num tom de brincadeira ela sorri e volta a bater, às vezes a magoar, não tem noção que magoa e que desse modo já não é divertido.
Se vir cocó na caixa dos nossos gatos, vem ter comigo e avisa "mãe, cocó" pra eu ir limpar, se vir roupa no cesto mete-a na máquina e vai-me buscar o detergente, uma pastilha de anti-calcário e uma de branqueador pra eu por a máquina a lavar (tenho que me por a pau que um dia ainda me põe a máquina a lavar sozinha!!!)
Já aceita melhor sair de casa para ir dar um passeio (principalmente se lhe disser que vamos ao rio - continua fascinada por água).
Come muito bem e sozinha.
Tira os sapatos, as meias, as calças e puxa a fralda pra baixo.
Identifica várias partes do corpo.
Lava os dentes, no fim despeja o copo e deixa tudo arrumadinho.
Continua a acordar umas 2-3 vezes durante a noite, mas agora pega na chupeta e adormece logo.
Sobe escadas, já sem ajuda das mãos e tem muito boa coordenação motora (sempre teve, começou a andar aos 10 meses)

Pontos negativos:
Começou bem, mas agora deixou de querer ir ao pote em casa, começa "não, não", na creche está tudo bem, a educadora diz que ela não pede, mas quando quer fazer aproveita que algum menino pediu e vai junto ou levanta-se e vai prá porta, raramente há acidentes.




A minha princesa com 24 meses:

Comportamentos em casa:
Procura-nos quando precisa de nós, por exemplo para chegarmos alguma coisa que está fora do alcance dela, vem e diz “mão”, é raro olhar-nos nos olhos.
Quando a chamamos ela não vem, nem olha para nós (age como se fosse surda), é dificil captarmos a atenção dela, repete muitas vezes e em várias situações o som “hummmmmmm, hummmmmm”.
Por vezes responde “não” independentemente do interesse dela na tarefa em causa.
Quando é pra tomar banho vai buscar tudo o que lhe pedimos (meias, camisola, calças, toalha, etc), porque adora tomar banho.
Não responde quando perguntamos como se chama, nem quando perguntamos se gosta da mãe ou do pai.
Se vem alguém conhecido a casa mostra-se indiferente, não tenta comunicar, não gosta que a pessoa a pegue, não dá beijos/abraços.
Se vem alguém especial (que costuma fazer brincadeiras que lhe agradam) ela mostra-se alegre e puxa a pessoa para brincar, quando a pessoa deixa de fazer o que ela gosta volta a mostrar-se indiferente à presença dela.
Se vem alguém desconhecido não tem medo, mas não interage. Se a pessoa começa a fazer brincadeiras que lhe agradam ela age como com a pessoa especial e até aceita ir com a pessoa quando ela se vai embora.
Se pedirmos que dê beijos,  atire beijos ou diga xau raramente o fáz, mas se estiver alguém em casa que a incomode (interrompa as brincadeiras) ela puxa essa pessoa até à porta, empurra-a para fora e diz “xau”, faz xau e atira beijinhos.
Mesmo sabendo dizer muitas palavras, só fala em último recurso e às vezes nem assim.
Já disse: mãe, pai, mão, aqui, xau, cão, tia, pão, peixe, não, bom dia, chão, xixi, cocó, caca, aua (água), açá (maça), tí (alí), couo (colo), ana (anda), á-me (dá-me), mémé (gato), passa (uvas passas), xixa (carne), cacol (caracol), alde (balde), atata xita (batata frita), piu-piu.
Quando é  contrariada tem tendencia para bater e ser agressiva (bate, ferra, dá cabeçadas, atira objectos).
Entende quando digo que algo está “em cima/baixo” “atrás de tí”, “em cima da tua cama”, “na casa de banho” e vai buscar.
Gosta mais de jogos de encaixe do que de outros tipos de brinquedos.
Adora desenhos animados e identifica as personagens em fotos (gosta mais de desenhos animados para mais crescidos (Boog e Elliot 1,2,3, Kenai e Koda 1,2, a idade do gelo 1,2,3, Stuart Little2, Rei leão  1,2,3, chicken little, wall-e etc) do que para pequeninos (ruca, nody, mickey mouse), o preferido de todos é o wall-e.
Se lhe mostrar um livro e lhe perguntar onde está determinado objecto ela aponta e diz  “aqui”.
Aprende depressa rotinas, no entanto se eu as mudar ela adapta-se bem.
Pede que lhe ponha ganchinhos no cabelo e gosta de pulseiras e colares, também gosta que lhe ponha perfume.
Não gosta de sair de casa.
Quando sai:
Gosta de brincar em sítios que tenham outras crianças a brincar, não tenta comunicar, mas gosta de os ver e de brincar como eles. Fica triste quando os meninos vão embora.
Não tem noção do perigo.
Se um estranho se mete com ela dum modo que lhe agrade, aceita colo e até ir com essa pessoa.
No shoping anda sempre a correr e gosta de ver e mexer nas coisas que despertam atenção, não se incomoda de ver tantos desconhecidos, do barulho, nem de nos perder de vista.
Se vamos a casa de familiares ela entra e vai logo explorar a casa, não liga se nós também ficamos ou se a vamos deixar lá e também não liga a quem está, se quiser alguma coisa aborda-os dizendo “mão” e conduzindo-os ao que pretende.
Por norma é ela que pede pra regressar a casa, nessa altura aceita dar beijos de despedida a qualquer um.
Na Creche:
Isola-se dos outros meninos, refugia-se na biblioteca ou em zonas menos “concorridas”.
Se é importunada tem tendencia para ser agressiva.
Não se esforça minimamente por comunicar.
Não se interessa pelas actividades que a educadora faz com os meninos.

2 comentários:

  1. preciso de ajuda o meu filho e igual a tua descricao 24 meses e ele tem 30 meses
    fui a uma consulta disseram que era tudo normal, podes dizer-me quem te aconpanhoe pantonino@sapo.pt

    obrigado

    ResponderEliminar
  2. Quem nos acompanha é a Dr. Alda Murias Mira Coelho no Hospital de S. João

    ResponderEliminar