Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

31 de outubro de 2013

Queixinha!

Ontem no infantário houve pipocas para as crianças, por isso de tarde foram todos para a sala de atividades ver um filme na televisão, quando fui buscar a piolha ela queria muito dizer-me uma coisa e com muito esforço lá conseguiu:  disse-me que a educadora a tinha enganado porque disse que iam ter cinema mas que não tiveram, só viram um filme na televisão. Foi fantástico ouvi-la a fazer queixinha. Vinha desiludida a minha bichinha, interpretou à letra e pensou que ia ser mesmo uma sessão de cinema a sério...
Como trazia a amiguinha dela no carro connosco perguntei-lhe se já tinha ido ao cinema, ela respondeu que nunca tinha ido, eu disse-lhe que a Tatiana já tinha ido duas vezes, uma para ver o Caracol Turbo e outra para ver os Aviões.
Nisto a minha linda princesa vira-se e diz: Mãe, também vimos o que salva os bebés!
Digo-vos – fiquei nas nuvens!!!
Eu já não me lembrava que também tínhamos visto esse filme (Fuga do planeta terra) e ela lembrou-se, é muito bom.

Mas agora digam-me: porque é que ela se lembra destas coisas e não consegue memorizar as cores primárias! Safadinha que só retem o que lhe interessa!!!

Mesmo assim estou muito contente!

14 de outubro de 2013

Bons sinais!

Como já tinha contado, na última consulta o médico pôs muitas reservas quanto ao diagnóstico da princesa, até perguntou se já a tinha visto antes (viu-a 2 vezes) porque ela está inacreditável!

Agora foi a vez de outra médica dizer que não via nada de "autista" nela, a única coisa que vê é uma perturbação da linguagem!

A nossa história está a tomar um novo rumo e estes bons sinais deixam-me muito feliz!


 :)




7 de outubro de 2013

Nem sei que pense...

... só sei que estou muito feliz!

A princesa está F-E-N-O-M-E-N-A-L

Confiram estas preciosidades:

Abro de repente a porta do quarto pra ver o que ela está lá a fazer:
ela: Assustaste-me!!!
mãe: desculpa! Que é que estás a fazer aqui às escuras?
ela: só estou a ver esta luzinha!
(como gosta das luzinhas na escuridão...)
...

Estava a vestir-lhe uma roupa nova e entra a avó:
avó: que bonita que tu estás! Onde vais?
ela: não vou a lado nenhum!
mãe: pois, só estamos a experimentar uma roupa nova não é?
ela: pois!
...

21 horas, dou-lhe um beijo e digo "tenho que sair, mas venho já" o pai vai vestir-te o pijama e por-te na caminha está bem!
No dia seguinte ao acordar:
ela: mãe, onde tu foste ontem?
(um espanto digam lá!!!)
...

Armada em mandona, diz-lhe o pai:
pai: tu não mandas! Primeiro mando eu, depois a mãe, depois a Luna (a nossa cadela) e só depois é que mandas tu!
ela: há... o pai disse que a Luna manda... mas ela não manda, ela não fala!!!
(com esta quase me caia o queixo!)
...

Queres ir a casa da avó velhinha?
ela: sim, e vou ver o piloto! (o cão da bisavó)
ela: e que achas, podemos levar a Luna? (a nossa cadela)
mãe: acho que podemos!
ela: ok, então vamos buscá-la!
(estes OKs são o máximo)
...

No infantário, ao final da tarde, trocava umas impressões com a educadora...
de repente:
ela: mãe vamos! De que é que estás à espera!
...

Em casa:
ela: mãe você tem um filme novo?
mãe: tenho princesa, chama-se Zarafa, mas é um filme um bocadinho triste, é melhor não vermos este, vamos ver outro!
ela: mas eu queria ver um filme novo!
mãe: está bem, mas não é pra chorares! Vão acontecer coisas tristes, mas depois fica tudo bem - tu já sabes! Fica sempre tudo bem!
ela: pois, eu não choro!
Na cena triste, claro que começou a chorar desalmadamente...
mãe: é melhor não veres mais!
ela: mas eu quero ver, vai ficar tudo bem!
É tão sensível esta princesa...
...

E por último uma coisa menos fantástica, mas que não deixa de ser curiosa...

Fomos ao shopping ver uma sessão de magia com o mágico Mário Daniel:
mãe - óh que chatice... está muita gente, assim não vais conseguir ver nada, olha e se fosses alí prá frente?
Ela fura pelo meio das pessoas e vai bem prá frente, chega ao pé dum senhor e senta-se no colo dele. Ele fica muito surpreso e fala com ela, ela aponta na minha direção e eu faço sinal...
Lá fica ela sentada no colo dele, os dois conversam, vejo que ela lhe mostra 3 dedos, com certeza a dizer a idade, o senhor brinca com ela, ela pega-lhe nas mãos para ele bater palmas e retribui as brincadeiras ...
No final vem o senhor e a esposa com ela, a esposa sorridente pergunta-me se a pode levar pra casa :) o senhor diz-me surpreendido - "ela fez de conta que estava com o pai!", despediram-se com um beijinho e um abraço!

3 de outubro de 2013

Neurogenética

No dia da consulta de Neurogenética a piolha estava muito descontraída, muito focada - entrou no consultório com um super "Bom dia Senhor Doutor!" Deu-lhe um "passa-bem" disse como se chamava, quantos anos tinha e que estava ali para saber se estava boa, e esteve a consulta toda a fazer sorrisinhos e a olhar o doutor nos olhos (deve ter-lhe achado piada lol)
Enquanto ele lia o processo ainda me disse que eu estava muito bonita porque tinha colocado brilhantes nos olhos e que queria por o dedo nos brilhantes... enfim... uma delicia que só visto!
Ora perante esta "performance" vi que o doutor ficou meio pasmado com o diagnóstico... achou um exagero... mas como ele disse, não é pedopsiquiatra...
Os exames que fez vieram todos normais, não há vestígios de tumores internos - foi um grande alívio para mim ufff
Ainda sobre os angiomas, o doutor acha que não tem interesse prático estarmos com mais exames e ainda bem, acho que ela já  foi massacrada que chegue com análises. Perguntei se achava que eles iam desaparecer e ele disse que não... mas paciência... o cabelo esconde os mais visíveis e as repinhas a cobrir a testa disfarçam o que tem entre sobrancelhas e testa. E sendo ele "da genética" aproveitei também para perguntar quais as probabilidades de ter outro filho com as mesmas "características"... ele respondeu-me que era tudo muito relativo etc e tal... mas avançou com 5% de probabilidade!
Ah... que bom...
Vou ter que pensar seriamente no caso lol