Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

30 de abril de 2013

Menos bom...

Quando o tempo permite costumamos ir ao parque urbano, a primeira vez dei-lhe um gelado, a partir daí passou a ser obrigatório.
Estes dias fomos ao café comprar o gelado, mas não tinham, informaram-nos que nos dias quentes os gelados eram vendidos na barraquinha montada no recinto do parque.
Lá fomos, pelo caminho expliquei-lhe que tinham levado os gelados para outro sítio.
Comprei-lhe o gelado, mas ela ficou perturbada... passou a tarde toda a insistir que tinha que ir ao café buscar o gelado. Expliquei-lhe vezes sem conta que os gelados estavam na barraquinha, mas a ideia de ir ao café não lhe saia da cabeça, tantas vezes que fez birra/fugiu pra lá que perdi a paciência e vim embora...

***************************

Nesse parque tem uma área de brincadeiras enorme, já por várias vezes outras crianças e adultos tentaram meter conversa com ela, mas ela deixa-os sempre a falar pró boneco.
As brincadeiras são pedir que eu ou o pai corramos atrás dela e lhe façamos cocegas, ou então procura pedrinhas, paus ou flores e deita-os pelos escorregas abaixo.
É muito difícil leva-la a interessar-se por outras coisas e quando se interessa rapidamente transforma o normal em bizarro: mostrei-lhe que se ela escorregasse ficava com energia (estática) e dava-me choque. Ela achou isso hilariante - passou a escorregar (em vez de fazer escorregarem as pedras) e depois vinha encostar o dedo dela ao meu.
Passado algum tempo já andava a encostar o dedo a todas as pessoas que lhe apareciam à frente... mas sem sequer as olhar, como se fossem objetos.

***************************

A minha irmã (e madrinha dela) teve um acidente de automóvel bem em frente à nossa casa, a carrinha ficou bastante danificada e ela estava a chorar, a minha filha andava à volta dela a rir e a saltar completamente alheia à situação.

***************************

Quando quer alguma coisa fá-lo sempre com uma afirmação - exemplo - "tú vais buscar ..."
Tem imensa dificuldades em formular uma pergunta.
se eu a ajudo ela repete a frase aos pinchinhos... sem entoação nenhuma e sem olhar a pessoa.

***************************


Respostas fora de contexto - alguns exemplos:

- Tatiana tens calor?
ela - ...
- Está calor queres que tire o casaco?
ela - ...
- TENS CALOR???
ela - não... não é por isso

...
- Queres leite com cereais ou pão com queijo?
ela - ha ha ha o usso sugiu (o urso fugiu)

...
- Vou a casa da avó, queres vir comigo?
ela - pára co isso
- Queres ir ou não?
ela - tú és muito amiga...
...e vira-me costas

...
- Estás cansada? Queres que te leve um bocadinho ao carrachucho?
ela - não é por isso
- não é por isso o quê???
ela - ...
- estás cansada ou não?
ela - sim tou

...
- Diz xau a elas
ela - xau a elas




17 de abril de 2013

Últimas (3 anos+4 meses)

Quando está a comer qualquer coisa:
ela - áááááááh é BOM!!!

A caminho do supermercado:
ela - olha mãe a casa está toda destruída!
(referindo-se a uma casa em ruínas)

No supermercado uma colega pergunta-lhe como se chama:
ela - Tatiána ijabeu onssabes toies
(disse o nome completo!!!)
Quantos anos tens?
ela - tês

À entrada para o shopping tiro um pequeno autocolante da carteira (uma das minhas medidas "anti-lost") e colo-lhe na camisola, segue-se a ladainha:
- aqui tem o número de telefone da mãe, não tires, se não souberes onde eu estou pedes que liguem pra mim assim: liga pá minha mãe!- que eu digo "Tou, vou já aí buscá-la"!
- Tú andas sempre a correr, não ficas à minha beira e podes perdes-te - pois é! - E se eu não te encontrar choro muito!!!
(depois do passeio - ao entrar pró carro)
ela - já pódo tiar o telhexone!
(Que alívio!!! Fiquei com a certeza que ela entende, apesar de parecer que falo sempre pró boneco!)





15 de abril de 2013

Que bichinho lhe terá mordido???

Desde que recuperou (esteve doente e a antibiótico 8 dias) a piolha está irreconhecível!
- fala pelos cotovelos, a sério, eu ando aparvalhada...
(ainda não é o "normal" para 3 anos e 4 meses, mas está a melhorar a cada dia)
Ontem encontrei um brinquedo e perguntei-lhe quem lho tinha dado, ela respondeu imediatamente que tinha sido o primo e que queria ir brincar com ele. Quando o encontramos não brincou, mas está muito mais interessada em integrar-se.
- na escolinha já diz o nome de quase todos os coleguinhas da turma.

-este fim de semana pediu cereais com leitinho!!!
e depois pensam vocês???
- é FANTÁSTICO!!!
- a minha filha nunca gostou de leite, de manhã era eu a comer leite com cereais/torradas e ela a comer uma pera/kiwi ou maça cortada aos bocados... e cereais secos...

Este sábado pediu leite com cereais, como a mãe, e enquanto comia ia dizendo - "hummm leitinho, deixioso" empanturrou-se, no domingo repetiu e hoje também quis!!!

Só espero que seja pra durar!


10 de abril de 2013

Coisinha irritante!

Ontem, depois da terapia, fui ao supermercado com a princesa, agora já não é uma "missão impossível" fazer compras com ela, já anda menos elétrica, já me ouve mais e até me ajuda a por as compras no carrinho - só tenho que evitar o corredor dos chocolates... senão é um sem fim de " mãe queo ete"... "ete é bom hummm"... "ete é deixioso"... e a enfiar pó carrinho!!!
Ontem encontrei uma antiga colega de trabalho que se meteu com ela, achei piada porque a piolha olhava pra ela fugazmente e metia a cabeça dentro do meu casaco como se estivesse com vergonha - tudo muito normal.
Fomos buscar sardinhas - "queo peixinhos" nunca falha, ela adora!!!
A coisa só descambou quando fomos buscar queijo fatiado...
ela - "mãe queo queijo"
- está bem mas temos que pagar primeiro!
ela - "QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO... (não repito mais pra não vos enjoar...mas a coisa continuou por muito tempo...)
Já na caixa:
la - "QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO...
(a funcionária lá passou o queijo à frente tal era o pranto...)
Enquanto metia as compras na mala comeu três fatias... entro no carro:
ela - mãe queo queijo
- óh amor o queijo ficou na mala! Em casa dou-te mais (pra ver se esquecia, senão depois não ia querer comer a sopa)
ela - queo queijo, QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO...
- ESTÁ BEM CHATA! PÁRO ALÍ Á FRENTE E VOU À MALA BUSCAR!
ela - QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO, QUEO QUEIJO...
- TATIANA JÁ OUVI, CALMA!!!
ela - queo queijo!!!
...
...
...

xiça que a minha vontade era dar-lhe uma palmada...

4 de abril de 2013

Sem palavras...

Não é meu costume postar nesta secção coisas que não sejam sobre a minha filha, mas não consegui resistir a partilhar aqui este vídeo.

Chorei baba e ranho... realmente nunca, por mais que custe, podemos desistir dum filho, nem baixar as expectativas...


Os frutos

da minha iniciativa:

Com direito a várias velas azuis espalhadas no gabinete de atendimento ao munícipe com mensagens informativas e em curso a organização de um seminário sobre o tema.

Valeu a pena!

Obrigada Sr. Presidente Pedro Pinto, Dr.ª Olga e Dr. Fernanda

Pró ano volto à carga :-)


3 de abril de 2013

Às 5 da manhã...

a arder em febre, tem este maravilhoso discurso:
(agarra a minha mão)
ela - mãe, tou muito doente...
(passa a outra mão na minha face)
ela - tu és muito bonita
- obrigada princesa - olha vou buscar o remédio para a febre está bem
ela - está bem e queo água, éta acabou
- está bem meu amor eu trago mais
passados alguns minutos...

- olha dói-te a cabeça?
ela - não - dói-me a boca (a apontar pra dentro da boca)
carrego-lhe junto ao ouvido
- e aqui princesinha dói?
ela - tabém dói
- ó coitadinha da minha menina, vais ver que o remédinho vai fazer bem!
ela - vai...
- olha amanhã não vais prá escola porque tens febre, ficas com o avô e com a avó está bem!
ela - sim, xico em casa! (contente)
ela - e vou ver bisão! (televisão)
- está bem meu amor, agora dorme!
ela - vou ver a xada sininho!
- está bem! dorme!
ela - mãe achas a xada sininho amiga?
NÃO ACREDITEI NO QUE ESTAVA A OUVIR
- quê???
ela - achas a xada sininho amiga?
- acho! é muito amiga e bonita
ela - é! (a sorrir)


Frases completas, com sentido, e no final ela que nunca perguntou o "porquê" de alguma coisa, sai-se com um "achas"!!!

Estou maravilhada, fiquei restabelecida das horas de sono que devo à cama à conta de kilos de tosse gusmenta e agora uma otite bilateral...



2 de abril de 2013

Consulta de desenvolvimento...

...uma "des-cooperação"...
a piolha estava completamente distante, não fez nada de nada...
só no final e com a promessa de irmos embora aceitou dizer o nome, mas sem olhar sequer prá médica...

Marcada consulta para oftalmologia, genética e pedida ecografia abdominal e renal - tudo por iniciativa da doutora.

Perguntei se já tinha chegado o resultado do exame PTEN, no computador ainda não constava nada, mas a médica disse que podia estar já na posse da Neurologista.

Espero que esteja tudo bem... é que a consulta de neurologia foi antecipada... que frio na barriga...