Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

30 de abril de 2013

Menos bom...

Quando o tempo permite costumamos ir ao parque urbano, a primeira vez dei-lhe um gelado, a partir daí passou a ser obrigatório.
Estes dias fomos ao café comprar o gelado, mas não tinham, informaram-nos que nos dias quentes os gelados eram vendidos na barraquinha montada no recinto do parque.
Lá fomos, pelo caminho expliquei-lhe que tinham levado os gelados para outro sítio.
Comprei-lhe o gelado, mas ela ficou perturbada... passou a tarde toda a insistir que tinha que ir ao café buscar o gelado. Expliquei-lhe vezes sem conta que os gelados estavam na barraquinha, mas a ideia de ir ao café não lhe saia da cabeça, tantas vezes que fez birra/fugiu pra lá que perdi a paciência e vim embora...

***************************

Nesse parque tem uma área de brincadeiras enorme, já por várias vezes outras crianças e adultos tentaram meter conversa com ela, mas ela deixa-os sempre a falar pró boneco.
As brincadeiras são pedir que eu ou o pai corramos atrás dela e lhe façamos cocegas, ou então procura pedrinhas, paus ou flores e deita-os pelos escorregas abaixo.
É muito difícil leva-la a interessar-se por outras coisas e quando se interessa rapidamente transforma o normal em bizarro: mostrei-lhe que se ela escorregasse ficava com energia (estática) e dava-me choque. Ela achou isso hilariante - passou a escorregar (em vez de fazer escorregarem as pedras) e depois vinha encostar o dedo dela ao meu.
Passado algum tempo já andava a encostar o dedo a todas as pessoas que lhe apareciam à frente... mas sem sequer as olhar, como se fossem objetos.

***************************

A minha irmã (e madrinha dela) teve um acidente de automóvel bem em frente à nossa casa, a carrinha ficou bastante danificada e ela estava a chorar, a minha filha andava à volta dela a rir e a saltar completamente alheia à situação.

***************************

Quando quer alguma coisa fá-lo sempre com uma afirmação - exemplo - "tú vais buscar ..."
Tem imensa dificuldades em formular uma pergunta.
se eu a ajudo ela repete a frase aos pinchinhos... sem entoação nenhuma e sem olhar a pessoa.

***************************


Respostas fora de contexto - alguns exemplos:

- Tatiana tens calor?
ela - ...
- Está calor queres que tire o casaco?
ela - ...
- TENS CALOR???
ela - não... não é por isso

...
- Queres leite com cereais ou pão com queijo?
ela - ha ha ha o usso sugiu (o urso fugiu)

...
- Vou a casa da avó, queres vir comigo?
ela - pára co isso
- Queres ir ou não?
ela - tú és muito amiga...
...e vira-me costas

...
- Estás cansada? Queres que te leve um bocadinho ao carrachucho?
ela - não é por isso
- não é por isso o quê???
ela - ...
- estás cansada ou não?
ela - sim tou

...
- Diz xau a elas
ela - xau a elas




2 comentários:

  1. Infelizmente por vezes aparecem coisas menos boas,mas também existem coisas boas e que nos dão força para continuar. Eu sei que nessas alturas andamos tão contentes que quando aparece algo menos bom sentimos uma pontinha de decepção,mesmo já estando mentalizada em como por vezes existem revés. Muitas vezes eu lia as novidades da Tati e só pensava que um dia ia ser a minha, eu ficava muito feliz com isso e agora estou numa fase tão boa que até tenho medo que acabe e que a evolução pare. Não vou mentir se não dissesse que tenho medo disso, mas para já vou aproveitar. As terapias têm corrido super bem. A minha adora parques, sempre adorou ir para os escorregas e alguns dias atrás aprendeu a andar de baloiço sozinha,como os baloiças são 2 a 2 uma vez fomos e estava uma menina num e a minha foi para o outro e começou a fazer o que a menina fazia, desde abanar os pés enquanto andavam no baloiça e a fazer os mesmos sons,foi muito engraçado, bem a menina foi alternando de posição e a minha sempre a imitar e a rir-se para ela, acabou por passar a tarde a brincar com essa menina. No domingo passado fomos novamente ao parque junto há praia e ela observou uns meninos a andar numa espécie de cavalos numa mola em que anda para trás e para a frente,quando eles saíram ela foi fazer o mesmo,depois estavam umas meninas a correr e ela começou a correr com elas,pensei que a brincadeira ia acabar(não pensei mesmo que ela ia entrar na brincadeira)e as meninas deram as mãos e começaram a andar ao manel tim tim,fiquei parva quando a minha deu as mãos e ficou a brincar com elas. Hoje no infantário cheguei para a ir buscar e ela estava num canto com as outras meninas a porem os bebés a dormir,todas juntas a brincar...O vocabulário aumentou e cada vez diz mais frases. Quando vê algum familiar mais chegado aponta e diz quem vem,está numa fase de dizer ola e adeus a toda a gente, e também se a mandarmos dá beijos.Agora faz recados e quando vai há casa de banho limpasse e põe as cuecas para cima.Aponta está sempre a nomear o que vê na tv (mama olha o gato e o cão. Olha a nuvem e o sol,coisas assim), arruma os brinquedos todos antes de ir dormir. Acredita que tem sido uma fase tão boa que até tenho medo quando começar a passar. Mas quando vier alguma altura menos boa só tenho que pensar nesta altura e saber que com o tempo ela consegue.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Que boas notícias Sílvia, estou mesmo muito feliz em saber disso!
    a minha nestes últimos dias não tem andado no seu melhor, está sempre a responder "não é por isso" a tudo e mais alguma coisa... tenho apanhado bastantes respostas fora de contexto, coisa que antes não acontecia muito.
    Se bem que uma coisa melhorou - já diz muito mais vezes "eu" e não "menina".
    Acho maravilhoso a tua já se limpar, a minha vai demorar muito de certeza... eu bem falo com ela mas entra a 100 e sai a 1000, nem quando faz cocó se preocupa...
    E entrar nas brincadeiras é fabuloso também, a minha repara muito pouco nos outros e não tem grande interesse em chegar-se.

    vai dando boas noticias ;)
    um beijinho grande

    ResponderEliminar