Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

11 de outubro de 2012

Finalmente!

Atribuíram à piolhita uma professora de ensino especial. Vão-se conhecer amanhã.

Não é a professora que esperava (uma que tem dado apoio lá na IPSS e de quem a educadora fala maravilhas, tais como ficar com a criança o dia todo quando só recebia por uma manhã)...
Mas espero que esta também seja uma pessoa dedicada, a ver vamos como as coisas vão correr.

E pronto, está o calendário preenchido para este ano lectivo:
Segunda: actividades curriculares + ginástica
Terça: actividades curriculares + terapia da fala (45m) + terapia ocupacional (45m)
Quarta: actividades curriculares + música
Quinta: actividades curriculares + natação
Sexta: actividades com a professora de ensino especial de manhã e actividades curriculares o resto do dia.


6 comentários:

  1. Olá,

    Ainda bem que as coisas se estão a compor, fico contente.
    Talvez daqui a algum tempo possa eu também possa dar boas novas e talvez a Leonor já esteja a ser acompanhada.

    A ver vamos.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem como conseguiste Helena??? inda a semana falamos nisso e não havia meio.

    Aproveito e apresento-me Silvia não sei se a Helena ja falou de mim...Sou a a Anabela e tb eu tenho uma menina especial que completou 21 meses no passado dia 8, tem as mesmas caracteristicas da menina da Helena à 1 ano a tras, andamos nesta luta e não é facil, diz me Silvia à quanto tempo procurou ajuda??? Aqui na minha area de residencia até foi rapido mas eu andei sempre em cima da pediatra e da associaçao da intervençao precoce, cheguei a ir la pessoalmente e dar pressa, a IP foi pedida em Abril e em Junho ela começou as terapias, mas 1º começou em Março em Lisboa na UPI ( unidade de 1ª infancia nos Olivais pertence ao Hospital da Estefania )depois da consulta que tevimos com o Dr. Pedro Caldeira da Silva, as consultas são gratuitas e as terapias tb ainda continuamos a ir la de 15 em 15 dias, pq não exprimenta a ligar para lá onde vivem???

    ResponderEliminar
  3. Como tudo em portugal as coisas demoram, mas ainda bem que já tem o apoio necessário na creche :)

    ResponderEliminar
  4. olá... afinal... foi um mal entendido :(
    na escola tinham dito que já vinha a prof. de ensino especial, mas afinal quem veio foi uma comissão de avaliação, para verem se a piolhita sempre precisa da professora.
    Ninguém falou comigo, mas disseram-me que as senhoras da comissão disseram que a ser autismo, é uma coisa levíssima...
    há que aguardar!!!

    ResponderEliminar
  5. Olá,

    Tenho estado ausente porque já cheguei a um ponto que não sei mais o que fazer para ter ajuda para a pequena.
    Sim ela foi sinalizada no antigo infantário para o snipi e em Setembro foi ao APPDA-CDM fazer a avaliação que até correu muito bem, esta semana tivemos a reunião para a apresentação do PIIP, resultado psicóloga...
    Não quero ser ingrata mas fiquei de rastos, disseram que a Leonor era um caso aparentemente simples e que não havia muitas vagas por isso as que haviam tem de ser para crianças com um espectro mais grave. Por isso a Leonor não vai ter educadora de ensino especial, nem terapia da fala, nem terapia ocupacional.
    Apenas vai ter uma psicóloga 45 minutos 1 dia por semana( devem achar que me estão a fazer algum favor).
    Ainda tentei ver como iam correr as coisas com o hospital e por isso fui lá para falar com a médica que vai ficar com a Leonor( na altura que fui ao hospital falar com a médica de neonatologia por causa da Leonor ter sido sinalizada ela marcou consulta para avaliar a pequena e depois enviou o processo para as consultas de desenvolvimento, que ainda contínuo há espera que seja marcada, mas lá me reuni com a médica que me disse que as consultas estão com um atraso de 8 meses e por isso a da Leonor ainda não foi marcada e que provavelmente só para daqui a um ano é que ela irá há 1ª consulta de desenvolvimento.
    Por isso ponho-me a pensar porque é que todos dizem que foi muito bom ela ter sido sinalizada cedo que o ensino precosse é fundamental e depois eu não tenho apoio nenhum para a minha filha... Eu não posso deixar ela estar 1 ano há espera de uma consulta de desenvolvimento no hospital e vou deixa-la sem terapia.....Afinal foi só colocar nas minhas mãos e do meu marido que temos uma filha com PEA...
    Desculpa estar tão amarga mas qual é a mãe que não quer o melhor para os seus filhos.
    Realmente por causa do desemprego o orçamento está apertado e tive mesmo de cortar em muita coisa mas vou tentar o melhor para ela,para ela ser melhor acompanhada está num infantário privado( grande esforço mas não me arrependo porque ela tem evoluído bem e a educadora é muito boa), já marquei uma consulta de desenvolvimento no hospital d'arrabida( mesmo assim a consulta é para Dezembro e lá vou eu para o privado), fui há seg social pedir o subsidio de apoio a 3º que vai servir para comparticipar uma parte da terapia( mais uma vez vou tentar o privado e tentar que ela seja seguida por pessoas especializadas), acho que não posso mesmo fazer mais nada e isso faz-me sentir em baixo mas é o melhor que posso fazer por ela.Fora claro todo o Amor,atenção,carinho e tudo e mais alguma coisa pela minha menina.
    E cada conquista dela é o melhor do mundo para mim. Ainda não posso meter o abono complementar porque não tenho relatório médico mas a médica que falei no privado disse que fazia na 1ª consulta a avaliação e que passava o relatório, a ver vamos como as coisas vão desenvolver.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá Silvia, também pensei que ia ser mais mais fácil... mas não é!!!
    A segurança social ainda não me respondeu a dizer quanto vai ser a comparticipação na terapia da fala e ocupacional... e ando eu a pagar quase 300 euros por mês na clínica...
    A comissão de avaliação provavelmente vai-me dizer a mesma coisa - que o caso não é grave...
    Olha, no meio disto tudo só não me posso queixar dos medicos do Hospital de S. João, a pedo-psiquiatra, a pediatra do desenvolvimento, a psicologa, a neurologista, o otorrino., lá só me tem saído gente fantástica.

    ResponderEliminar