Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

31 de maio de 2012

Um dia com...


A minha piolhita!
- Bom dia princesa! Toca a acordar!
- hoje é dia de escolinha e a mãe vai trabalhar...
- a mãe vai trabalhar e vai ganhar dinheirinho pra comprar???

- ...
- pra comprar ... muita papinha!
- ui tanto sono que tu tens!

- sono... sono...
- eu sei princesa, eu também tenho sono, mas tenho que ir trabalhar... e tú tens que ir prá escolinha! Vamos lá...
Visto-lhe o robe:
- vamos fazer um xixi
sento-a no pote e tiro dois conjuntos de roupa:
- olha, que camisola queres vestir esta ou esta?
- ...
- esta é muito bonita, queres esta?
- ...
Só escolhe quando lhe apresento a camisola dos brilhantes, (adora coisas brilhantes) essa tem tantos que ao final do dia até no cabelo os tem) pergunto sempre pra ver se me começa a responder.
- então já fizeste xixi?
- ...
- deixa-me ver!
(se não fizer coloco fralda, se fizer...)
- que menina tão linda!!! Olha que xixi grande tú fizeste! Muito bem!
- olha queres que a mãe te ponha fralda ou vais de cueca prá escola?
- queca! (hoje finalmente respondeu-me iupi!!!)
- queres cueca! ai que linda! tu já és uma menina grande e as meninas grandes não andam com fralda!
- quem é a minha princesa linda???

- ...
- É a Tatiana!!! 
- olha queres leitinho?
- ...
- queres uma bolacha preta? (oreo)
- chim olacha peta

No carro a caminho da escolinha:
- olha princesa hoje está sol, gostas de sol?
- ...
- Olha um cavalo!
- ...
(vou falando com ela... mas sem respostas)
(quando passam camiões ou carrinhas)
- mãe mãe popós nanne (popó grande)

Chegamos à escola: Entra no hall e espreita prá sala pra ver que desenhos animados estão a dar... se não agradarem fica muito desiludida e não quer entrar... se agradarem entra logo e vai sentar-se frente à tv, sem olhar sequer pra quem está na sala, por vezes até calca os coleguinhas que estão sentados...
Digo "bom dia", as auxiliares cumprimentam-me e puxam por ela pra ver se ela diz "bom dia", parece quer ela sabe dizer na perfeição, mas eu nunca ouvi!

No final do dia, quando a vou buscar:
cruzo-me com a amiguinha A.
- Olha a mãe da Tatiana, anda, a Tatiana está alí (larga o pai dela e puxa-me pela mão)
- Tatiana olha a tua mãe!
Está distraída a brincar que não lhe liga, a amiguinha vai ao pé dela, tira-lhe o brinquedo e puxa-a até à porta:
- olá!!!
- mãe mãe mãe mãe
Pego-a no colo e dou-lhe muitos beijos, digo-lhe que tinha muitas saudades e ela agarra-me e dá às pernas.
- xau, até amanhã! Tatiana, diz xau à B.
- ...
- Então... diz “xau”!
- xau
- E “até amanhã”
...
- Vá lá “até amanhã”
- té nhanhã
- Linda!
Pede chão e vai logo pró pé da mochila dela.
Depois vai buscar a caneta e dá-ma pra eu assinar no livro a saída.
Ao sairmos:
- Toca toca
(quer que pegue nela ao colo para ser ela a carregar no dispositivo que abre a porta)
Saimos e vai a correr para o muro, sobe e anda lá a fazer equilibrismo!
- dá-me a mão senão cais!
sacode-me a mão... não quer que a agarre
- dá-ma a mão! olha que cais!
afasta-me as mãos e apressa o passo...
- mãe salta, salta
pra eu a ajudar a saltar no topo do muro, nessa zona já é abastante alto.
Aproxima-se uma desconhecida:
- Ai que tu cais! Queres dar-me a mão?
Ela afasta-se
- Como te chamas?
- ...
- Não tens medo de cair e fazer um doi-doi?
- ... 
- Andas aqui na escolinha?
- ...
Entretanto pego nela e meto-a no carro, senão ficava lá a andar em cima do muro e a saltar...
No carro vou falando com ela, mas o que interrompe o meu monólogo é
- mãe mãe popós nanne (quando passa um camião ou carrinha)
Ao avistar a nossa casa:
- Olha, onde está a nossa casa? 
- Tá lí casa
- E de quem é a nossa casa?
- ...
- É do pai, da mãe e da Tatiana!
- E de quem mais?
- ...
- Também é da Luna, do Koda, da Mia e da Estrela
- Têla (Estrela)
- Olha, quem é aquela?
- Bós (avó)
- E de quem é aquela casa?
- Bós
- Muito bem, é da avó e do avô! 
- e a avó tem um cão... como fáz o cão?
- au au au
- pois é... linda! ... e a avó tem gatinhas...
- có có có
- muito bem!
Entra, chega à sala e começa:
- popós popós popós popós popós...
(está na fase Faísca Mcqueen)
- não – não tem popós! Vais dar um passeio com o pai!
Com uma visita ao rio ou a oferta de uma goma, no café, lá a aliciamos a ir passear.
Custa-lhe sair, mas depois diverte-se e às vezes nem quer vir embora.
Quando chega começa de novo:
- popós popós popós popós popós...
- não, hoje não tem popós, só tem o Ruca
- não não
e vai amuar pró sofá (mete-se debaixo dos assentos) 
entretanto nova tentativa: chega ao pé de mim, dá-me um beijo nas pernas e diz:
- beijo beijo!
- popós popós popós popós popós
- não Tatiana! o popós está estragado! Só tem o Ruca!
Vai pró sofá... levanta os assentos todos, deita as almofadas pró chão e fica a brincar com qualquer coisa ou vai andar nos carrinhos dela ...
Entretando chega ao pé de mim:
- mãe uca uca!
- Queres ver o Ruca?
- chim uca
Lá coloco um episódio do Ruca e aproveito pra lhe dar a sopa.
Depois ponho-a na cadeira dela pra comer o "prato", que come sempre sozinha e muito bem.
Entretanto temos uma batalha pra ir dormir e assim termina o dia...

No dia seguinte o ritual é o mesmo, e assim ela vai respondendo cada vez a mais perguntas :)

6 comentários:

  1. Excelente!!!!!!!!!!! Está no bom caminho!

    ResponderEliminar
  2. A mim também me parece muito bem!! Do meu não arranco uma única palavra!! Só faz uns gestos. Imagina esse dia sem uma palavra!
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes Catarina,eu não preciso imaginar porque eu já tive este dia sem uma única palavra e não foi assim à tanto tempo!
      É um facto que a minha filha sabe falar... mas é unicamente quando lhe apetece, o teu menino não fala mas tem INTENÇÃO de comunicar, porque como tú dizes, com gestos ele chega lá!
      Se a minha menina tivesse real intenção de comunicar já dizia tudo e mais alguma coisa, aqui é que está a diferença!
      Tem mais um pouco de paciência e vais ver que ele vai conseguir :)

      Eliminar
  3. Olá,
    Acho que a tua menina tem muitos indicadores de bom prognóstico... assoar o nariz, utilizar pronomes, começar a construir frases, coordenação motora (achei fantástico ela ter conseguido cortar tecido com a tesoura!)...
    Essas também são as estratégias que eu uso com a minha menina...
    Beijinhos e continua...
    Angel Mum

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Angel Mum
      a minha filha, tirando o facto de às vezes andar em bicos de pés, tem boa coordenação motora, a educadora diz que é a única que se atreve (não tem noção do perigo) a subir o espaldarte do ginásio até ao topo, que até arrepia vê-la!
      Em relação à tesoura, foi realmente um feito :) mas ela só conseguiu porque era a tesoura das unhas e corta híper bem, se fosse uma normal, mesmo pequena, penso que não teria conseguido.
      - ela não lhe meteu os dedos, agarrou uma metade em cada mão, entalou-a no tecido e toca a apertar!

      Eliminar