Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

15 de junho de 2012

Family Party

Pois é... fomos com a piolha ao parque de exposições de Braga onde decorreu o evento "Family Party".
O parque estava repleto de coisas pra brincar, desde carrinhos a bateria, comboios, carros de choque, lonas de salto enormes, insufláveis, pistas de escorregar, um lago artificial com barcos, etc etc etc...

Quando entramos, pensamos que ia ser um fiasco,  porque ela só tinha dormido um bocadito no carro e estava com um tau daqueles, não queria brincar em nada, nem comboio, nem carrocel, nem casinhas, nada... ainda me meti num carrinho com ela, mas tive que sair a meio do percurso, estava impossível...
Lá a deixamos "à solta" a ver se se interessava por alguma coisa... e eis que chega aos escorregas insuflados... parou e ficou a olhar...
- "queres andar neste escorrega?" perguntei
- "chim, chim" diz ela...
Azar dos azares, naqueles insufláveis só deixavam entrar crianças a partir dos 5 anos... e ela já a tentar pular a cerca pra entrar...

Analisando bem, não me pareceu que aquilo fosse perigoso, já que ela iria sempre comigo,
de repente vejo dois meninos acompanhados pelos pais e que também não tinham idade... bem... por mim a decisão estava tomada, só faltava convencer o meu "amor grande" a permitir a desobediência.
Lá combinamos que eu entrava e ele me passava depois a piolha por cima da cerca...
Foi muito, muito fixe e realmente nada perigoso, a miúda que controlava as entradas acabou por nos ver e apenas deu um sorriso, como quem diz "manhosas" mas não disse nada (a minha filha passa por uma criança de 4 anos na boa, aliás veste mesmo roupa pra 4 anos), se ela soubesse que ela só tem 2 anos e meio ficava admirada...
Essa zona dava acesso a três escorregas diferentes, em todos tínhamos que subir umas escadinhas, que era a pior parte, não pela perigosidade, o máximo que podia acontecer era escorregarmos, mas pelo cansaço, tou a ficar velha... muito velha...

Num deles vínhamos a escorregar dentro duma espécie de túnel e escorregávamos muito devagar, noutro a velocidade já era maior e já não era dentro de túnel e por último tinha um que ao descer já ganhávamos  uma velocidade "preocupante".
Adivinhem qual é que ela gostou mais?
Mais uma vez ficou provado que aquela criatura não teme nada, pelo contrário, adora adrenalina!!!
Aqui estamos nós a testar o primeiro!

O segundo:

Neste a euforia foi total, já não quis mais andar nos outros...

A entrada foi cara, mas valeu a pena!
Entramos às 15h00 e saímos perto das 19h00 porque já não podíamos mais de cansaço, eu e o meu marido atenção, porque por ela tínhamos passado lá a noite...
Pensei que talvez fosse adormecer no carro a caminho da casa da minha sogra, mas não...
Comeu como se não houvesse amanhã... lá nem queria comer pra não perder tempo, nem gelado quis...
Perto das 21h30 fomos pra casa, mais uma vez pensei que fosse adormecer no carro...
22h00... 22h30... 23h00...23h30...24h00 e ainda "pinxava" em cima de nós, tola de sono, mas com uma excitação que só visto... "isto não pode ser normal" dizia eu ao meu marido...

Não é a primeira vez que noto que ela fica neste estado quando experimenta coisas excitantes, em vez de mostrar cansaço físico, fica completamente hiperativa e não consegue desligar...

Mas foi um dia em cheio, foi espetacular!!!

2 comentários:

  1. Ainda bem que ambas passaram um dia em cheio!
    Também noto nas minhas que quando o dia é muito excitante ou fazem algo de que gostam realmente muito também lhes é difícil desligar e quanto mais cansadas estão mais enérgicas parecem. Disse-me a educadora do apoio especial que isso também é comum a crianças sem qualquer problema, para não me preocupara muito.

    Boa continuação!

    ResponderEliminar
  2. Uf... que alívio saber disso!!!
    é que é incrível, como ela arranja forças pra tanta energia!!!
    Obrigada

    ResponderEliminar