Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

25 de julho de 2013

Mudanças na rotina

Ontem quando cheguei ao infantário ela estava radiante, está mesmo a gostar da praia!
A educadora disse que ela se tem portado lindamente, que não tem medo nenhum do mar (pois esse é o meu receio...) e que, mesmo com a água fria como tudo, ela se molhava toda e até atirava água aos amiguinhos...
Reforcei que não facilitassem e nunca a perdessem de vista, ao que a educadora respondeu que ela se portava muito bem e acatava bem as ordens - a única coisa é que se distrai imenso, que se perde a olhar pra qualquer coisa e até deu o exemplo: se lhe pedir que vá ter com a E. que está a 3 metros ela dá uma volta imensa até chegar lá...
Perguntei se estavam a faltar muitos meninos (por causa do surto de varicela), e falamos alguns nomes, entre os quais o da amiguinha A..
Quando ela ouviu o nome A. disse logo que queria ir a casa dela.
À entrada para o carro voltou a dizer que queria ir a casa da A..
eu - tens saudades dela?
ela - sim
eu - então está bem, vamos visitá-la
ela - SIMMM vamos visitá-la
eu - sabes, ela está doente - tem muitas pintas!
ela - pois!
eu - quando chegarmos vais dizer assim:
- olá A. vim visitar-te
- estava com muitas saudades tuas
- estás melhor ou ainda tens muitas pintas?
(ela repetiu tudo direitinho e ensaiamos várias vezes)

Quando chegamos ela não disse nada, já só estava aflita para brincar com as coisas da amiguinha :(
Foi preciso segurá-la e forçá-la para que dissesse pelo menos o final das frases...
Acabou por ficar lá a brincar e o pai da A. depois trazia-a a casa.
Quando chegou a hora de vir embora fez uma birra descomunal, o pai da A. ficou preocupadíssimo porque ela esperneava aos gritos e atirava-se prá porta do carro a tentar abri-la em andamento... foi preciso pedir ao irmão que viesse com ele e a agarrasse (que vergonha)...
Eu ouvi os gritos dela ainda bem longe de casa...
Resultado: já à porta da nossa casa e perante o "panorama" o pai da A. disse-me que era melhor ela ir de novo e depois eu passava lá a buscá-la quando estivesse mais calma... (que vergonha)

Dei 15 minutos e lá fui, mas não adiantou, ainda por cima estava a ver desenhos animados... acabou por ficar para jantar e depois ao virem tomar café deixavam-na em casa...
Disse-lhes que antes de saírem era melhor desligarem sorrateiramente a televisão e dizerem que a energia tinha acabado senão...

Às 21.30 lá vem ela toda sorridente "ó minha mãe, ó minha mãe" toda beijoqueira!
Perguntei-lhe se era preciso fazer uma birra daquelas - ela responde que não e recomeça "ó minha mãe" e a querer dar beijos...
Não vais mais pra casa da A. - Já sabes que não se faz birras - quando é pra vir embora É pra vir embora!!!

Este "episódio" mostra que as mudanças na rotina não a incomodam, aliás ela própria a muda.
Com a minha filha o problema é quando mudamos aquilo que ela planeou fazer, aí sim as birras são um bocado exageradas e ela não se controla mesmo estando com pessoas com quem não tem muita confiança.

Outra coisa que me deixa triste é o facto dela não conseguir contar o que esteve a fazer ou o que comeu por exemplo :(


1 comentário:

  1. A minha também não tem problemas com a mudança de rotina,aliás tirando algumas coisas normais como a hora de a arranjar para ir dormir,ela nem deve ter nenhuma rotina e nem me parece que seja necessário porque o comportamento dela até tem melhorado bastante. Realmente a casa de amiguinhas só fui a 1 e correu mito bem,mas porque ela esteve sempre a brincar com o que queria,mas se lhe tentam tirar as coisas está o caldo entornado. Mas só podemos ter paciência. Acho que a Tati tem evoluído muito e vai lá chegar vais ver.

    Bjs

    ResponderEliminar