Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

26 de junho de 2012

Medo, muito medo...


Como sabem nós vivemos numa aldeia e estamos rodeados de "bichesa", a piolhita desde pequena que anda no meio dos cães, das cabras, das galinhas, dos coelhos e dos cavalos sem medo nenhum.

Estes dias passamos por um formigueiro e ela parou muito atenta a ver as formigas. "Queres por a mão" perguntei eu pensando que ia negar... nem respondeu - chapou logo a mão em cima das formigas!

Como este passaram-se já imensos episódios de ausência de medo... cheguei a desejar que uma abelha lhe picá-se para aprender a não mexer em bichos que desconhece, a sério!!!

Ora finalmente surgiu o bicho do pavor - a minha mãe apanhou um lagarto verde com bolinhas azuis muito invulgar e deixou-o dentro dum balde pra nós vermos, quando o fui mostrar ela ficou com tanto medo que até me trepou pelas pernas acima!

Já sei que pelo menos em lagartos não vai por a mão...

Terá sido por ter visto a "Idade do gelo III" e "Em busca do vale encantado"???

Fui largar o bicho longe de casa, não fosse ele andar pra lá a assombrar a cachopa.

3 comentários:

  1. Mas então quem é que não tem medo de lagartos? E quem é que tem medo de formigas? Essa moça é bem esperta!!! Olha o meu era pior, comia formigas e ainda se ria muito do disparate :)

    ResponderEliminar
  2. Xíííí, comia-as?! As formigas sabem tão mal!!! (uma vez trinquei uma sem querer he he he)
    Ainda bem que à minha nunca lhe deu pra isso (mas teve pra comer caganitas de ovelha ups)...

    ResponderEliminar
  3. As minhas também são assim, uns joões sem medo que só me trazem dor de cabeça e preocupações pois como não avaliam o perigo nem se apercebem dele, temos que ser nós a tratar disso por elas... As minhas não viram o vale encantado nem a idade do gelo :) mas são assim destemidas :)

    ResponderEliminar