Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

7 de julho de 2017

Passaram mais de 2 anos...

Olá a todos, há mais de 2 anos que não dou notícias, muita coisa se passou neste lapso de tempo. Entre muitas outras coisas:
- A minha princesa entrou para a primeira classe
- a família aumentou (sim, temos mais uma princesinha em casa).
- o diagnóstico voltou a ser alterado :-(


Os primeiros tempos na primeira classe foram difíceis, o facto de ter dificuldades de atenção e de memorizar (quando não lhe interessa) fizeram-nos desesperar um pouco. Nem quero imaginar se ela tivesse entrado no primeiro ciclo o ano passado, teria sido a pior decisão de sempre... com consequências se calhar irreparáveis.
Esperar mais um ano foi vital, ela cresceu muito interiormente, em maturidade.
Memorizar as letras foi um desafio, mais uma vez ultrapassado graças aos desenhos animados.

Teve também muita dificuldade em dizer que letra ouvia: por exemplo: dizia-mos "pai" e ela não conseguia dizer que a primeira letra que ouvia era um "p"...

Apesar das dificuldades na leitura, conseguiu ter "bom"a Português porque se safou sempre bem nos testes. A Matemática e a Estudo do meio teve sempre Muito Bom.

Acho que assim que ultrapassar a dificuldade na leitura, nada mais vai ser obstáculo para ela em termos de aproveitamento escolar. Ela é muito espertinha e absorve tudo como se fosse uma esponjinha (mesmo parecendo sempre no mundo da lua).

Quanto à mana - ohhh isso foi e é maravilhoso - adora a mana e a pequenota adora-a a ela. Não houve ciumes, ela não é dessas coisas...

A mana tem neste momento 8 meses e claro que agora reparamos em todos os pequenos detalhes que possam indicar que algo não está bem, felizmente a evolução dela tem sido super normal.
- ao contrário da irmã, olha-nos bem nos olhos, à espera de reacções e sempre pronta prá brincadeira.
- responde bem ao sorriso, não fica na dela, sozinha, como a mana ficava, esta só está bem no colo a ver "as vistas", de preferência fora de casa lol.

O diagnóstico:
Pois é... ao longo destes 6 anos, tenho 4 informações clinicas diferentes:
na primeira dizia "apresenta um quadro compatível com Perturbações do Espectro Autista"...

na segunda dizia "apresenta um quadro compatível com perturbação global de desenvolvimento com ALGUMAS características do Espectro Autista.

na terceira dizia "apresenta um quadro compatível com perturbação blobal de desenvolvimento não especificada...

na última (maio deste ano), que foi baseada numa avaliação a que foi sujeita e que deve ter corrido muito mal...
Diz: "apresenta um quadro compatível com perturbação global de desenvolvimento do espetro do autismo de alto funcionamento associada a dificuldades na expressão verbal e défice de atenção.

2 comentários:

  1. Bem vinda!
    Boas novas. parabéns pelo novo membro da família.
    Acredito que a mana bebé vai ajudar muito no desenvolvimento da mais velha. Tenho essa experiência em termos de inter-acção e comunicação..
    As 4 informações clínicas, não andam longe umas das outras. Todas elas no espectro autismo, dependem do grau de funcionalidade.
    beijinhos e tudo a correr bem

    ResponderEliminar
  2. Que bom que voltou!!! Nesse período continuei vendo o seu blog a procura de informações, já que ele me foi muito útil no pior momento dessa trajetória, que foi quando recebi o diagnóstico do meu filho, há mais de três anos. Parabéns pela nova filha!!!! Entendo o que se passa com sua filha, pois o desenvolvimento do meu filho sempre foi semelhante ao dela e acredito que isso não tenha mudado muito. Hoje não tenho dúvidas de que ele é autista de alto funcionamento, também com dificuldades na linguagem e déficit de atenção. Nesses dois anos, o progresso dele foi excelente, e, com muito esforço (além de algumas das vantagens que vem no pacote do autismo), já foi até alfabetizado, sendo muito bom em matemática. A maior dificuldade dele hoje em dia é a interação, que não é das melhores, mas também não é das piores rsss. É um menino muito carinhoso, brincalhão e esperto, sendo o autismo só é mais uma das suas características! Felicidades para você e sua família. Confia, que tudo dará certo! Abraços!!

    ResponderEliminar