Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

29 de maio de 2013

Um exemplo entre muitos...

... infelizmente!!!

Acabam os desenhos animados...
ela: queo bê ete ôta bês
entra o avô:
avô: olha diz à mãe o que é que foste comer com o avô!
ela: queo bê ete ôta bês
avô: diz lá o que comeste co avô!
ela: queo bê ete ôta bês
mãe – Então?! Tu lanchaste com o avô?
ela: queo bê macaquinhos!
mãe: está bem, mas primeiro diz-me o que comeste com o avô?
ela: queo bê teêbisão!
avô: e bebeu um sumo de laranja!
mãe: bebeste sumo de laranja? – que bom! E tinha picos?
ela: queo bê macaquinhos ota bês
mãe: olha o sumo tinha picos ou não?
ela: queo bê ota bês
mãe: TATIANA então responde primeiro!
ela: queo bê teêbisão!
mãe: Diz então o que comeste
ela: queo bê teêbisão!
mãe: QUERES! RESPONDE-ME ENTÃO SE FAZ FAVOR!
mãe: o avô levou-te ao café foi isso?
ela: queo bê teêbisão!
mãe: NÃO VÊS MAIS TELEVISÃO, NÃO RESPONDES, NÃO HÁ TELEVISÃO!!!
ela: MAS EU QUEO BÊ TEEBISAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOOO
avô: diz à mãe que comeste xixa boa e bebeste um sumo de laranja
ela: QUEO BBBBÊ TEÊBISAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOO
mãe: NÃO VÊS, ESTOU ZANGADA CONTIGO!!!
avô: mãe dá-me o comando que ela vai dizer que comeu xixa boa
ela: queo bê tetebisão
(respiro fundo perante o desânimo do avô)
mãe: comeste xixa foi???
ela: queo bê teebisão (já a chorar)
mãe: não respondes - não vês mais nada!
avó: pronto não chores que o vô põe os macaquinhos
mãe: não põe nada, ela não fala com as pessoas não vê mais macaquinhos
...

5 comentários:

  1. Pois nem tudo é como nós queremos, a minha anda numa fase boa,fala tudo e mais alguma coisa,mas está a repetir praticamente tudo o que dizemos,mas temos que esperar porque estas fases não desaparecem de uma hora para a outra, há mesmo que aprender a ter calma. Principalmente ao facto de quando querem alguma coisa não param de repetir,a minha anda nisso "mama isto","mama isto",espera que já te dou,"mama isto" "mama isto" e não se cala até ter o que quer.... Acredita que às vezes é mesmo complicado. Mas no fim da tempestade bem a bonança,só o facto das alegrias que nos dão,faz-nos ter forças para aguentar o resto,mesmo que na altura se perca um pouco a paciência!!!

    Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha Silvia a minha passou por isso no início do ano, repetia tudo o que dizíamos, mas depois melhorou imenso.
      Vais ver, vai ser sempre a progredir :)

      Eliminar
  2. Estas situações acontecem também com as crianças "ditas normais". É difícil lidar com elas, especialmente quando acontecem muitas vezes. Temos de ser fortes, evitar aquilo que o avô disse, ir em frente com a nossa decisão, mesmo que haja mais birra, porque é pelo bem deles. Mas claro, é muito fácil falar, na hora doí bastante ser duro e manter a posição. Sei por experiência própria ( de amigos próximos também) que não os podemos deixar fazer tudo o que querem, que a fixação com determinados bonecos na televisão tem de ser refreada, para bem dos nossos meninos. Tarefas difíceis, mas ninguém disse que ser mãe é fácil.
    Mas como dia a Silvia, depois há o reverso da medalha, os dias bons, as pequenas/grandes evoluções que nos enchem o coração.
    Força Lena e conta sempre com a comunidade virtual para te apoiar.Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Filomena.
      Eu não sou o tipo de mãe que permite tudo... aliás que, se há coisa que me tira do sério é ver filhos a destratarem os pais por mera má educação, mas confesso que há coisas que vou deixando passar por causa da PEA, se a minha piolha não tivesse qualquer dificuldade, ai ai, ia andar muito mais na linha :)

      Eliminar
  3. Como te compreendo... fazem perder a paciência! Eu também acho que sou bastante inflexivel mas a minha familia por vezes acha que ele é mimado por causa das birras e persistencias... é dificil perceber quem não está nelas...
    Força!
    bjs

    ResponderEliminar