Objectivo do Blog

Sou mãe de uma menina que nasceu em Dezembro de 2009, o meu maior tesouro!
A minha filha apresenta comportamentos um pouco diferentes do comum para a idade, compatíveis com a Perturbação do Espectro Autista.

Este blog tem como objectivo a troca de informações com pais que estejam em situação semelhante.
Juntos encontraremos mais respostas pras nossas dúvidas e poderemos obter uma ideia melhor da evolução esperada para cada caso. Participem!

6 de maio de 2013

Erupção polimórfica da gravidez

Ainda não tinha aqui referido isto:
Uns dias antes de ter a minha filha, apareceram-me umas manchas à volta do umbigo, no dia a seguir ao parto a médica que me veio ver reparou nelas e disse-me que aquilo era uma alergia qualquer...
Essas manchas foram alastrando, alastrando, acompanhadas duma comichão indescritível, para todo o corpo com excepção da cabeça, peito e costas, as partes mais horrivelmente afetadas eram abaixo do umbigo, nas nádegas e nas coxas.
Tenho muita pena de não ter tirado fotos...
Disseram-me que era isto:


"Erupção polimórfica da gravidez
Trata-se da mais comum das dermatoses gestacionais, com prevalência de um caso a cada 160 gestações, com maior freqüência em primigestas. Ocorre predominantemente no terceiro trimestre da gestação.
Sob o aspecto clínico manifesta-se por lesões urticariformes intensamente pruriginosas, com início sobre as estrias abdominais, disseminando-se para coxas, região glútea e braços. Mesmo começando no abdômen, a região periumbilical é poupada. De modo geral, as lesões regridem em até seis semanas, havendo descamação e crostas na fase de resolução.

A erupção polimórfica da gravidez, antigamente denominada prurigo-urticária-pápula-placa da gravidez (PUPPP), está associada à primeira gestação, a gestação gemelar e ganho de peso exagerado na gravidez, não havendo piora no pós-parto e nem tendência à recorrência em outras gestações. O prurido piora de forma gradativa até o parto, quando tende a resolver-se espontaneamente.
Ao exame histopatológico, observam-se edema na derme superficial e espongiose com infiltrado de eosinófilos na fase urticariforme. Já na fase vesicular, verificam-se intensa espongiose e vesiculação subepidérmica. Finalmente, na fase resolutiva, predominam paraceratose e acantose. Imunofluorescência pouco contribui na investigação dessa enfermidade.
O tratamento deve ser apenas sintomático, com anti-histamínicos e corticóides tópicos, uma vez que se trata de doença sem riscos para mãe e feto e com resolução espontânea. Nos quadros mais intensos, pode-se utilizar corticoterapia oral."
Retirado daqui


Se era isto não sei... nem nunca vou saber... sei é que eu piorei APÓS o parto e andei assim mais de 2 meses... foi horrível...
Porque é que me lembrei disto agora???
- Porque passei dois meses a querer arrancar a pele (principalmente do rabo) tanta era a comichão e A MINHA FILHA DESDE QUE ANDA SEM FRALDA QUE METE A MÃO NAS NÁDEGAS E COÇA-AS!!!
Todos os dias vejo a marca dela ter andado a coçar o rabo.
Já falei com a médica, que mandou fazer umas análises - não acusaram nada...

Haverá ligação???





7 comentários:

  1. Olá. As minhas meninas principalmente a M também anda sempre a coçar o rabito e tem borbulhinhas, já fui ao médico e a dermatologista e dizem que é da fralda, e só usam à noite. Já descobri que não posso mudar a marca das fraldas, só uso dodot porque já experimentei algumas e piora sempre e também não posso mudar o gel de banho e só uso da aderma, se por algum motivo mudo piora as borbulhinhas e a comichão.A tua usa fralda à noite?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Silvana, agora deixaste-me a pensar... realmente a Tatiana ainda usa fralda de noite, e tem sido umas fraldas cuecas de marcas brancas...
      Mas não tem borbulhinhas, o rabinho está "limpinho" é isso que acho esquisito...

      Eliminar
  2. Olá,

    A minha também anda sempre a por as mãos nas náguedas,mas já vi várias vezes e não tem nada,realmente não sei porque é que ela faz isso,mas a minha já deixou há quase 1ano as fraldas de dia e de noite por isso acho que não deve ser das fraldas.
    Da maneira que se vê na foto ficou a minha pequena há 1ano,apanhou no antigo infantário a doença dos pés, mãos e boca,dizer que foi terrível é dizer de forma leve nunca tinha visto tal coisa e chorei tanto na altura por ver a minha menina assim.Sim eu nem sabia que existia essa alergia até a minha ter apanhado e então ter ido ver há net. Só o tronco é que não tinha uma borbulha o resto,pés,pernas,rabinho,pombinha,braços,mãos,cara tudo tão cheio de borbulhinhos que nem via a pele branca era uma enorme mancha de borbulhinhos vermelhos e a comichão era tanta que nem sabia o que fazer para ela não coçar e a pombinha e o rabinho ficaram mesmo em "carne viva". Nunca passei por um período tão mau, nem quando ela teve a varicela. Mas já passou e pelo que a médica diz só se apanha 1vez.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que horror deve ter sido coitadinha!!! Eu sofri tanto - bem não me queria coçar, mas era uma coisa insuportável, e depois de começar não conseguíamos parar... ainda bem que não atingiu as "partes" lol
      A minha anda sempre ca mão dentro das calças e, tirando a marca de coçar também não vejo nada...

      bjs

      Eliminar
  3. Não pode ter nada a ver... Pq não a levas a um dermatologista? Pode ser eczema, alergia...

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. EU TBM ERUPÇÃO POLIMÓRFICA DA GRAVIDEZ, SOFRI MUITO ME COCEI DEMAIS E FIQUEI CHEIA DE MANCHAS NAS PERNAS VCS FICARÃO COM MANCHAS? TO FAZENDO TRATAMENTO COM ACIDO. ESTOU DESESPERADA POIS NÃO CONSIGO POR ROUPA CURTA, GRAÇAS A DEUS MEU FILHO NÃO TEVE NADA.

    ResponderEliminar